Menü überspringen

A evolução histórica da empresa e os marcos no desenvolvimento de produtos

A empresa remonta a uma fábrica de gravuras em metal, fundada em 1889 por Wilhelm Heidenhain em Berlim, que produzia matrizes, placas, graduações e escalas. Após a destruição das instalações durante a Segunda Guerra Mundial, o filho de Wilhelm Heidenhain fundou a empresa DR. JOHANNES HEIDENHAIN em Traunreut. Os primeiros produtos foram, de novo, graduações e escalas para balanças utilizadas no comércio a retalho. Passado pouco tempo, foram incluídos no programa medidores óticos de posição para máquinas-ferramentas. No início dos anos sessenta, deu-se a transição para encoders lineares e angulares de leitura fotoelétrica. Estes desenvolvimentos permitiram, pela primeira vez, automatizar muitas máquinas e equipamentos da indústria transformadora.

Desde meados dos anos setenta, a HEIDENHAIN tornou-se também um fabricante de tecnologia de comandos numéricos e acionamentos para máquinas-ferramentas de importância crescente.

Desde os seus primórdios, a empresa seguia uma forte orientação técnica. De modo a preservar estas diretrizes e a continuidade da independência da empresa como base para uma evolução constante, em 1970 o Dr. Johannes Heidenhain aplicou a sua participação na firma numa fundação de utilidade pública. Desta forma, a HEIDENHAIN está hoje em condições de realizar altos investimentos em investigação e desenvolvimento.

Marcos históricos

1889

Fundação da W. HEIDENHAIN em Berlim, especializada em gravura em metal

1923

O Dr. Johannes Heidenhain ingressa na empresa do seu pai

1948

Recomeço da firma DR. JOHANNES HEIDENHAIN em Traunreut

1950

Invenção do processo DIADUR: produção de resistentes escalas de precisão em vidro mediante cópia da escala original.

1970

Instituição da DR. JOHANNES HEIDENHAIN-STIFTUNG GmbH, fundação de utilidade pública

1980

Falecimento do Dr. Johannes Heidenhain

2014

A HEIDENHAIN está representada em todos os países industrializados do mundo

Projetos metrológicos

1961

Microscópio de medição fotoelétrico

1966

Comparador interferencial para o Physikalisch-Technische Bundesanstalt PTB (instituto nacional de metrologia alemão)

1971

Mesa de medição angular e aparelho de ensaios com disco graduado para o PTB

1977

Goniómetro de precisão para o PTB

1989

Encoders angulares para o New Technology Telescope NTT

1999

Encoders angulares para o Very Large Telescope VLT

1999

Escalas para a comparação internacional de medições lineares NANO 3
entre numerosos institutos de metrologia

2001

Comparador interferencial nanométrico para o PTB

2003

Comparação de medições angulares entre a HEIDENHAIN, o PTB e o AIST (instituto de investigação nacional japonês)

2004

Comparação de medições angulares entre a HEIDENHAIN, o PTB e a MITUTOYO

2004

Encoders angulares para o telescópio GRANTECAN (Gran Telescopio de CANARIAS)

2005

Comparação de medições angulares entre a HEIDENHAIN e o PTB

2007

Encoders angulares para as 25 antenas europeias do ALMA (Atacama Large Telescope Array)

2013

Encoders angulares para o Telescópio Solar Daniel K. Inouye (DKIST, anteriormente Advanced Technology Solar Telescope, ATST)

Marcos das graduações

1936

Escala de vidro copiada por meios fotomecânicos com uma precisão de ± 0,015 mm

1943

Disco graduado copiado com uma precisão de ± 3 segundos

1952

As escalas para balanças tornam-se as maiores fontes de volume de negócios

1967

Grelhas não apoiadas, microestruturas

1985

Marcas de referência codificadas para escalas incrementais

1986

Escalas para grelhas de difração

1995

Grelhas de área para encoders de 2 coordenadas

2002

Estruturas planares de grelhas de difração para encoders lineares interferenciais

2005

Grelhas de amplitude insensíveis à contaminação produzidas por ablação a laser

2009

Grelhas de grande superfície (400 mm x 400 mm) para encoders destinados à indústria de semicondutores

Marcos dos aparelhos de medição

1952

Encoders lineares óticos para máquinas-ferramentas

1961

Encoder linear incremental LID 1, período de graduação 8 µm / passo de medição 2 µm

1963

Encoder linear absoluto LIC com 18 pistas, código binário puro / passo de medição 5 µm

1965

Interferómetro a laser para a medição de máquinas-ferramentas

1987

Encoder linear aberto interferencial LIP 101, passo de medição 0,02 µm

1989

Encoder linear aberto interferencial LIP 301, passo de medição 1 nm

1992

Encoder linear interferencial bidimensional PP 109R

2008

Encoder linear interferencial LIP 200 com período de sinal 0,512 µm, para velocidades de deslocação de até 3 m/s

2010

Encoder linear absoluto aberto LIC 4000 com 2 pistas,
PRC, EnDat 2.2 para cursos úteis de até 27 m e resolução 1 nm.

2012

Encoder linear absoluto de uma pista LIC 2100

2015

Encoder linear interferencial LIP 6000, de construção muito compacta

Marcos dos aparelhos de medição: encoders lineares encapsulados

1952

Encoders lineares óticos para máquinas-ferramentas

1966

Encoder linear incremental encapsulado LIDA 55.6 com escala em aço

1975

Encoder linear incremental LS 500 com escala de vidro, curso útil de até 3 m, passo de medição 10 µm

1977

Encoder linear incremental LIDA 300, curso útil de até 30 m

1994

Encoder linear absoluto LC 181 com 7 pistas, interface EnDat, curso útil de até 3 m, passo de medição 0,1 µm

1996

Encoder linear absoluto LC 481 com 2 pistas, PRC, EnDat, curso útil de até 2 m

2011

Encoder linear absoluto LC 200, curso útil de até 28 m, PRC, passo de medição 10 nm

2014

Encoder linear absoluto LC xx5, curso útil de até 4 m, passo de medição 1 nm

2015

Encoder linear incremental LP 100, curso útil de até 3 m, passo de medição 32,5 pm

Marcos dos aparelhos de medição: encoders angulares

1952

Encoders angulares óticos

1957/1961

Encoder angular fotoelétrico ROD 1 com 40.000 períodos de sinal/rotação, 10.000 traços

1962

ROD 1 com 72.000 períodos de sinal/rotação

1964

Encoder angular absoluto ROC 15 / resolução 17 bit

1975

Encoder angular incremental ROD 800, precisão ± 1 segundo

1986

Encoder angular incremental RON 905, precisão ± 0,2 segundos

1997

Encoder angular absoluto com acoplamento estator integrado no modelo de veio oco RCN 723, univolta de 23 bit, interface EnDat, precisão ± 2 segundos

2000

Encoder angular interferencial ERP 880 com 180.000 períodos de sinal/rotação, precisão ± 0,2 segundos

2004

Encoder angular absoluto RCN 727 com diâmetro de veio oco de até 100 mm

2009

Encoder angular interferencial ROP 8080 para sondas wafer, combinação de rolamento de carga e encoder angular, 360.000 períodos de sinal/rotação

2011

Encoder angular interferencial miniaturizado ERP 1080 na versão de encoder Single Chip

Marcos dos aparelhos de medição: encoders rotativos

1957/1961

Encoder rotativo fotoelétrico incremental ROD 1 com 10.000 traços

1964

Encoders rotativos standard incrementais das séries ROD 2 / ROD 4

1981

Encoder rotativo incremental ROD 426, o padrão da indústria

1987

Encoder rotativo multivolta absoluto ROC 221 S, univolta de 12 bit, multivolta de 9 bit

1992

Encoder rotativo integrado incremental ERN 1300 para temperaturas de serviço de até 120 ºC

1993

Encoders rotativos absolutos univolta e multivolta ECN 1300 e EQN 1300

2000

Encoder rotativo absoluto multivolta miniaturizado EQN 1100 com tecnologia Chip On Board

2000

Encoder rotativo univolta absoluto ECN 100 com diâmetro de eixo oco de até 50 mm

2004

Encoders rotativos univolta e multivolta absolutos miniaturizados ECI 1100 e EQI 1100 (com amostragem indutiva)

2007

Encoders rotativos absolutos com “Functional Safety” SIL2/PL d e interface EnDat 2.2

2012

ERN 1387 scaneamento incremental com precisão melhorada graças ao inovador ASIC de scaneamento

2014

Encoders rotativos para aplicações até SIL3/PL e, interface EnDat 2.2 e exclusão de falhas

Marcos no domínio dos comandos numéricos, eletrónica

1968

Contador bidirecional VRZ 59.4 para 1 eixo

1974

Indicador numérico de posição HEIDENHAIN 5041

1976

Comandos numéricos de posição TNC 110 e TNC 120 para 3 eixos

1979

Comandos numéricos de distância TNC 131 / TNC 135

1981

Comando numérico para 3 eixos TNC 145

1984

Comando numérico para 4 eixos TNC 155, simulação gráfica da maquinagem da peça de trabalho

1995

Interface serial sincronizada EnDat para encoders de posição absolutos

1996

Comando numérico TNC 426 com regulação digital do acionamento para 5 eixos

1996

Pacote completo HEIDENHAIN TNC 410 MA com inversores e motores

2004

Comando numérico iTNC 530 com modo de funcionamento alternativo smarT.NC

2007

Comando numérico TNC 620 com HSCI, a interface serial de controladores

2011

Comando numérico TNC 640, para maquinagens combinadas de fresagem e torneamento